Resenha: O Renascimento da Imperatriz Maliciosa de Linhagem Militar (The Rebirth of the Malicious Empress of Military Lineage ), por Qian Shan Cha Ke

A encantadora cortesã

Título: O Renascimento da Imperatriz Maliciosa de Linhagem Militar (重生之将门毒后 na língua original, The Rebirth of the Malicious Empress of Military Lineage em inglês)

Autor: Qian Shan Cha Ke (千山茶客)

Língua lida: Inglês. Esta sendo traduzida pelo ChubbyCheeks

Tem em português: não tem, se os livros chineses se popularizarem, provavelmente terá

Sinopse em português traduzido por mim:

A filha di da linhagem militar, pura, amável, quieta e dócil, tolamente apaixonada pelo príncipe Ding, se joga no papel de esposa.

Depois de apoiar seu marido por seis anos, ela finalmente se tornou mãe do mundo, a imperatriz.

Acompanhou-o para lutar pelo país, para expandir o território do país, assumiu o perigo para ser um refém em um país estrangeiro, depois de retornar cinco anos depois, não havia mais lugar para ela no Palácio Interior.

A beldade nos braços dele sorriu brilhantemente: “Irmã mais velha, o país está estabilizado e você deveria se aposentar”.

A filha tinha sofrido uma morte violenta e o príncipe herdeiro foi disposto. A família Shen sacrificou a si mesmos pelo país, nenhum deles teve sorte de escapar. Tudo na sua dinastia sofreu uma reviravolta , seu clã perecera e ela precisa lutar por seu filho!

Shen Miao nunca pensou que, como um casal que passaram por provações e tribulações e se ajudaram mutuamente, ela era apenas uma piada para ele!

Ele disse: “Vendo que você me acompanhou por vinte anos, irá conceder-lhe um cadáver intacto. Agradeça essa gentileza”.

Sob os três Chi (1 chi = 1/3 de metro) de seda branca, Shen Miao fez um voto malicioso: no tempo que virá, ela ela fará parte do final de cada um deles!

Após o renascimento, ela retornou ao momento em que tinha quatorze anos, onde a tragédia ainda não havia ocorrido, sua família ainda estava viva e ainda era a filha pura, amável, quieta e dócil da linhagem militar.

Parentes que escondem um coração sombrio, primos e primas são impiedosos ​​e maliciosos, a novo concubina é como um tigre assistindo sua presa e aquele homem desonrado querem repetir os mesmos eventos?

A família deve ser protegida, os inimigos devem sofrer vingança, o trono imperial do país também deve ser parte do troféu. Nesta vida, vamos ver quem pode vencer os outros!

Se você sente satisfação ao ver alguém que merece se ferrar, se ferrar, esse livro vai satisfazer todas as suas fantasias! E caso você não goste de romances, nesse livro tem isso sim (e bem trabalhado), mas é muito mais sobre punir quem merece ser punido do que sobre casaizinhos!

Estava pensando em fazer a resenha de A Princesa Wei Yang antes de fazer a desse livro, mas decidi adiantar depois da resenha de Princesa Consorte Chu. Para quem não leu essa resenha, tem algumas partes do começo desses dois livros que eu confundo um com o outro. E porque eu iria esperar? Porque O Renascimento da Imperatriz Maliciosa de Linhagem Militar e A Princesa Wei Yang (vários outros livros) tem a história quase idêntica, e o último está mais famoso por que fizeram um drama sobre ele (só que devido a censura, o enredo é diferente. Caso esteja interessado em assistir, clique aqui).

Uma coisa sobre livros chineses: se você acha que ter o mesmo enredo de outro livro é plágio, então não vai encontrar nada além de plágios.

Se tem algo que eu odeio nos livros chineses são as sinopses. Boa parte conta não sobre o começo da história, mas sim de um evento que demorará centenas de capítulos para acontecer algo. Isso não acontece com a sinopse que traduzi, mas se você procurar por mais, você ficará confuso com alguns eventos. Isso porque vai fazer uma confusão a respeito de maridos e imperadores.

Nossa protagonista, Shen Miao, morreu. É, ela faz isso logo no começo. Só que antes os seus primos e tios a mimam e estragam o seu caráter, então a convencem ela de se apaixonar pelo príncipe Ding, que parecia ser o mais bonzinho, com o qual ela consegue se casar devido a influência de seu pai, que é um general prestigiado. A partir daí tudo dá errado na vida dela e de todos que ela gosta, mesmo que o príncipe se tornasse imperador e ela, imperatriz. Seu irmão caiu em um golpe, perdeu sua reputação e então morreu. Sua mãe morre de forma misteriosa, seu pai morreu humilhado e acusado de traição. Todas as suas criadas foram morrendo uma por uma. As outras famílias nobres foram morrendo devido a um plano da família real para que eles tivessem o poder absoluto. Perderam uma guerra e ela foi obrigada a se tornar refém em um outro país, sendo humilhada por lá. Quando voltou, sua filha foi violentada, seu filho foi deposto e ela perdeu todo o seu poder para uma concubina. Descobriu que seus tios e primos não gostavam dela, e suas primas entraram no palácio como concubinas. No final, seu marido a obrigou a se suicidar.

Não, esse não é o spoiler da história inteira, são os primeiros capítulos.

Isso porque ela renasceu. Em outras palavras, Shen Miao depois de morrer, acordou no próprio corpo, mas quando era mais nova, aos 14 anos de idade, antes de tudo isso acontecer. E o que ela faz? Ela decide gastar sua vida para ferrar com todos aqueles que ferraram ela na sua outra vida.

Nessa idade, ela era uma grande idiota, mas porque fizeram ela ser desse jeito. Como era um general, seu pai passava quase o ano inteiro fora da casa da família, e sua mãe e irmão mais velho o acompanhava, deixando Shen Miao aos cuidados do resto da família, e eles achavam que todos gostavam dela. Aparentemente, era assim que agiam, já que a mimavam demais. Só que a verdade era o contrário, faziam de tudo para a prejudicar e ninguém percebia. Há uma diferença de linhagem nessa família, o pai dela é filho da falecida primeira esposa do seu avô, já os seus tios são filhos da segunda esposa, que é a mais velha da família e essa parte da família quer tirar o poder do filho mais velho. Só que nenhum membro da primeira família desconfia disso.

Assim, sua tia Ren Wan Yun, que é encarregada pela educação dela, não a mima porque gosta dela, mas sim para estragar o seu caráter. Shen Miao não se dedica aos estudos e é arrogante e mal educada, fazendo com que seja considerada como uma piada por todos. Suas primas também a sabotam, dando maus conselhos e fazendo com que seja vista como inferiora quando comparada com elas. E Shen Miao adora todos eles, chegando ao ponto de preferir eles do que seus pais e irmão. Só que quando renasceu, essa Shen Miao já tinha morrido há muito tempo. Depois que se casou com o príncipe Ding e o ajudar a se tornar imperador, e ainda mais depois que teve que lidar com as intrigas de diversas concubinas no harém, ela aprendeu a ser esperta e cruel na marra.

Então Shen Miao renasce, vira uma vaca sanguinolenta e rancorosa, e sabe exatamente quem são seus inimigos e o que irão fazer. Começa então a sua saga de derrubar um por um. E isso é extremamente satisfatório. Vou pegar um exemplo que acontece no início da história: ela sabe que a família Su seria acusada injustamente de um crime, e seriam os primeiros nobres a serem exterminados pelo plano da realeza de centralizar o poder. Shen Miao encontra o filho mais novo deles, que chorava porque foi repreendido por uma resposta que deu para o seu professor e estava com medo do que o pai acharia disso. Era uma questão sobre um ditado que ele esqueceu. Ela dá para ele um outro ditado, maior e som significado parecido, e pede para que ele diga para o seu pai que apesar de não se lembrar do menor, conhecia um que era maior. Só que pede para que não mencione que foi ela quem disse isso. O menino fez isso, mas o pai disse que o significado de ambos é diferente, e quando ele dá a explicação para o filho, ele percebe que essa explicação era a solução dos seus problemas. No dia seguinte, o Su pai não vai na corte, e com isso conseguiu escapar do plano e todos vivem. Esse foi simples, mas muitas intrigas não eram.

Shen Miao sabe o que acontecerá se os seus inimigos ganharem, e ela não tem nenhuma piedade ou ressalva para lidar com eles. Em momento nenhum. Se alguém em um momento traiu ou vá trair ela, ela tem que acabar com essa pessoa. E se for um personagem importante, isso significa morrer. Chega até mesmo a arriscar o próprio corpo e a própria vida.

Como você leu no exemplo de abordagem dela, a garota não é uma guerreira, não sabe lutar e nem vai aprender. Na verdade, ela tem uma única “habilidade de luta”, mas ela vai usar isso para matar seus inimigos. Sua arma é a intriga, e seu status de filha di (filha di: filha legítima de uma família, nascida de uma esposa. Um filho de concubina, um filho shu, é considerado como inferior a um irmão di, mas não é um bastardo.). Ela arquiteta planos e os executa sendo uma filha nobre, uma mulher bem nascida e educada. E é bom!

É nesse momento que eu tenho que dar o aviso de que sim, nesse livro há uma cena de estupro. Só que não foi romantizado, foi desconfortável de ler, mostrando bem que não é uma coisa boa, e sim repulsiva. Praticada por alguém repulsivo, planejada por alguém igualmente repulsivo, mas que para eles resultou em algo mais repulsivo ainda. Se quiser saber o que aconteceu:

passe o mouse nesse trecho e leia a caixa de texto que aparecerá.

Só comparando com A Princesa Wei Yang, uma diferença entre as duas histórias são os aliados. Wei Yang luta muito mais por si mesma, pelo que fizeram com ela, do que por aqueles ao seu arredor, já que ela nunca teve aliados em sua primeira vida. Já Shen Miao não se vinga só por si mesma, mas por todos aqueles que foram prejudicados pela sua família e pelo seu marido na sua vida, mesmo que não tenha contato com eles (e nem eles gostem dela). Ela sabe que diversas famílias foram arruinadas por causa dos planos do príncipe Ding, e que eram inocentes. Ainda, ela tem uma família que a ama e que se lembra de como morreram, e de como suas próprias ações contribuíram pelo fim que cada um levou. Aliás, ela tem uma família para proteger.

Tirando o marido da sua primeira vida, até agora não mencionei um interesse amoroso. Tem, só não aparece no início. Aliás, o romance é lento e gradual, no qual o par se conhece e começa a admirar um ao outro antes da flecha do cupido acertar o coração deles. O par de Shen Miao é Xie Jingxing, um filho de marques que também é um general, mas parece que tem um segredo e que procura por alguma coisa. Eles não se conheciam direito na primeira vida dela, na qual ele morreu na limpeza das famílias nobres e devido a traição dos seus irmãos shu. É um personagem que eu gosto bastante, e que realmente respeita Shen Miao. Quando ela corre algum risco, a salva, e quando ela está no meio de um plano, ele a apoia. O irmão dela também é um ótimo personagem, e concordo com a sua irmã que (infelizmente), ele é honrado demais.

Melhor momento na minha opinião. Como é um spoiler, passe o mouse nesse trecho e leia a caixa de texto que aparecerá.
segunda parte. Como é um spoiler, passe o mouse nesse trecho e leia a caixa de texto que aparecerá.

7 comentários sobre “Resenha: O Renascimento da Imperatriz Maliciosa de Linhagem Militar (The Rebirth of the Malicious Empress of Military Lineage ), por Qian Shan Cha Ke

    • Valentina Linz disse:

      Boa noite. Todos os livros que faço resenha eu leio em inglês e todos eles também tem a autorização expressa dos autores para a tradução. O link para a tradução está no próprio post. Leia no blog dela mesmo, não busque por e-book ou outras fontes, já que a tradutora ganha dinheiro com publicidade. Só que a tradução ainda não está completa, mas a tradutora posta vários capítulos por semana.

      Curtir

  1. Daniele disse:

    Minha Novel favorita da vida… adora a forma elaborado como a Shem Miao se vinga, com estratégias ela supera a grande quantidade de víboras que estavam a volta dela.
    Ri muito com as descrições da autora do Xie Jing Xing… acho que ela era obcecada com a aparência deslumbrante dele.

    Curtir

  2. Ketlen disse:

    Minha novel preferida. Essa autora também tem outras novels fantásticas. Adoro história de renascimento e/ou transmigração em que o protagonista não fica com frescura, sabe o que tem que fazer e faz logo, sem dó nem piedade.

    Curtir

  3. Rauana Cristina Salas Calvo Furtado Ribeiro disse:

    Eu estou lendo essa novel e estou amando muito. Estou viciada, eu ouvi falar que fizeram um filme chinês dessa novel, mais ainda não me responderam qual é e qual o nome. Será que essa novel vai ter manhwa??? Ia ser sensacional. Uma que eu gostei bastante também é Shen Yi Di Nu. Não conheço outras novels dessa autora.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s