Resenha: Os Treze Porquês (Thirteen Reasons Why), por Jay Asher

Título: Os Treze Porquês (Thirteen Reasons Why em inglês)

Autor: Jay Asher

Língua lida: por incrível que pareça, foi em português. Para comprar, aqui está o link na Amazon do livro.

Tem em português: ligeira impressão que sim… Mas não tenho certeza, só a impressão, já que li em português e tudo mais…

Série: não vi mais do que 2 capítulos. Procurem na netflix para quem tem conta.

Sinopse:

Thirteen Reasons Why é narrada por Clay Jensen, um rapaz que ao voltar um dia da escola, encontra na porta de sua casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker, uma garota que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Não é que acabei de ler esse livro, e nem que quero aproveitar o momento de divulgação da segunda temporada da série… não, é por isso mesmo que quero fazer essa resenha. Vi que teria uma nova temporada, lembrei do livro e… resenha!

Oh! Vou ter que me expor na internet de novo essa semana… porque esse livro para mim é pessoal. Sim, uma das coisas que aconteceu com a protagonista, aconteceu também comigo. E por isso mesmo que posso falar que esse livro para mim é pessoal, que posso fazer uma resenha do livro sendo que li ele há anos: minha identificação com a protagonista é enorme.

E por não lembrar, não mencionarei o nome de nenhum personagem. Só “a protagonista”, e “o protagonista” e indicações de personagens.

Não me lembro de nada impressionante na proza desse livro. Nada de muito enfeitado, nem nada muito cru, é uma narrativa simples. O que chama e prende a atenção o tempo todo é a história.

Vamos a polêmica! Os Treze Porquês é um livro que incentiva o suicídio? Na minha visão, é um livro sobre suicídio, com uma parte da narrativa mostrando os pensamentos e os raciocínios de uma garota depressiva que no fim se suicidou. Mostra assim como ela chegou a cometer suicídio, que acho que é o resumo do livro: o que faz alguém se suicidar? É pesado, sem dúvida alguma, mas é mais uma explicação do que uma glamurização do suicídio. Claro que para um depressivo que pensa em se matar, qualquer informação sobre alguém que fez isso é um incentivo… E para quem acha que falar de suicídio é incentivar o suicídio, esse livro incentiva sim isso, mas é porque está enviesado.

E é essa a questão que fica para aqueles que vão conviver com o pós suicídio de alguém com quem conviveram: porque essa pessoa fez isso. Os Treze Porquês mostra porque uma certa jovem, em um certo universo fictício, chegou a esse ponto.

A história começa no pós suicídio da protagonista, quando o protagonista não consegue entender o motivo pelo qual ela se matou. Ele gostava dela, mas nunca fez nada a respeito disso. E algum tempo depois, recebeu em casa um pacote cheio de fitas, enumeradas.

E quando ouve a primeira, descobre que foi a protagonista quem gravou, e diz que queria contar o motivo pelo qual ela suicidou, e que haviam 13 pessoas que a levaram a fazer isso, e que era para cada um deles ouvirem e repassarem para o próximo, em segredo. Segundo isso, o protagonista é um dos motivos pelo qual ela se matou. Só que ele não faz a menor ideia do que ele fez.

Li o livro anos antes do seriado, e não acompanhei a polêmica que a série causou. Mas li as resenhas da época. Boa parte dizia que todos os motivos que a protagonista atribuía o seu suicídio não pequenos, insignificantes. Algumas pessoas não fizeram nada que alguns achem que fosse pequeno, outros fizeram algo que várias pessoas já superaram. E concordo, foram muitas coisas pequenas e que poderiam ser resolvidas. Mas todas essas pequenas coisas são sim capazes de levar alguém ao suicídio.

Os Treze Porquês mostra o processo depressivo de uma garota. Cada coisinha que acontece vai destruindo algo nela, encurralando ela, acabando com a sua estima. É a destruição sutil que alguns fizeram com ela, é a retirada de qualquer tipo de suporte para que ela pudesse recorrer. Para a situação dela, o suicídio era sim viável.

Por isso mesmo para mim esse livro não é sobre o incentivo ao suicídio, e sim mostrar o peso que nossas ações tem para as outras pessoas. 13 pessoas fizeram algo que no final deixou a protagonista extremamente fragilizada, ao mesmo tempo que a protagonista antes de morrer fez algo que fez a mesma coisa com aqueles que ela atribuía a culpa dela chegar a essa situação. E em momento nenhum acho que ela atribuiu nada a si mesma. É uma obra contra o suicídio.

E como disse no começo, me identifico com a protagonista por ter acontecido algo comigo parecido com o que ela passou. Sim, peguei alguém me espiando em um momento bem íntimo, como ela também foi. E eu tinha quase que a mesma idade dela. E vocês não sabem o que é perder a noção de privacidade, é horrível! Passei anos na minha vida com as janelas fechadas quando estava sozinha, com medo de que alguém estivesse me olhando, e me sentia muito incomodada quando estava sozinha e com a porta e janela abertas; nessa situação, eu verificava a todo momento se tinha alguém do lado de fora. Banheiro só com tudo trancado… E por mais que superei muito isso, ainda de vez em quando eu ainda olho para a janela. E ser espiado e as consequências disso não é algo que você pode contar para qualquer pessoa, e muito menos algo que alguém vá compreender. Ainda bem que eu consegui superar isso, que não aconteceram coisas posteriores que me destruíssem ainda mais.

E para quem gostou desse livro, uma dica de leitura: A Lista Negra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s